ATM

Disfunção da ATM: o que é e quando a cirurgia é recomendada

Para muita gente, a disfunção da ATM ainda é pouco conhecida. Geralmente, quem é acometido pelo problema precisa explicar para as outras pessoas que trata-se de uma doença que se desenvolve na articulação temporomandibular (ATM), que é a área de ligação entre a mandíbula e o crânio.

Quando há algum processo patológico que atinge a região, está caracterizada a Disfunção Temporomandibular (DTM), um transtorno que se manifesta com o comprometimento do movimento dos ossos e músculos da região. Entre seus principais sintomas, está a dificuldade em abrir e fechar a boca, estalos próximos ao ouvido e dor de cabeça.

Por isso, é importante identificar logo os indícios desse tipo de complicação e procurar por um especialista para iniciar o tratamento, que, em alguns casos, pode ser cirúrgico, mas em outros, pode ser conservador.

Neste artigo, explicaremos melhor o que é essa doença e quando a cirurgia é indicada. Acompanhe!

O que é a disfunção de ATM e quais os seus sintomas?

As disfunções da ATM são muito frequentes na atualidade, acometendo 20% da população adulta. No entanto, é uma doença que pode se manifestar em qualquer faixa etária.

Você já deve ter ouvido falar de alguém que sente um estalo quando abre e fecha a boca, não é mesmo? Possivelmente, nem a própria pessoa sabe, mas ela pode ter uma disfunção na articulação temporomandibular.

Para quem não conhece, essa parte do nosso corpo se localiza exatamente nas laterais da cabeça, onde há uma rótula de encaixe entre a mandíbula e o crânio. Trata-se de um sistema articulado formado por músculos, ossos, ligamentos e nervos.

Quando há alguma anormalidade na estrutura ou nas funções desse sistema, está caracterizada a patologia. Seus principais sintomas são: dores de cabeça e nos ouvidos, sensação de estalo ao abrir e fechar a boca, dor ao abrir muito a boca, dor ao mastigar, mandíbula travada ou fora do lugar.

Esse transtorno pode ser desencadeado por uma série de fatores, como algum trauma na região, mordida errada, ausência de dentes, doenças sistêmicas, ranger dos dentes, transtorno interno do disco, desgastes ósseos, estresse emocional, entre outros.

O primeiro passo diante dos sintomas é procurar por um profissional da área bucomaxilofacial para avaliar se o tratamento será conservador ou cirúrgico.

Quando é necessária a cirurgia?

A cirurgia é necessária quando o tratamento conservador não apresenta os resultados esperados. Entre as medidas clínicas mais adotadas nessa primeira etapa terapêutica, estão a fisioterapia e o uso de medicações e de placas miorrelaxantes ou de bruxismo. Converse com o seu dentista sobre todas as possibilidades.

Se a utilização desse tipo de tratamento não apresenta resultados satisfatórios, é recomendado que se procure um cirurgião bucomaxilofacial para avaliar se é o caso recorrer à cirurgia.

A maioria dos casos cirúrgicos de doença na articulação temporomandibular pode ser resolvido com a artroscopia, uma cirurgia minimamente invasiva que apresenta melhor pós-operatório, diminuindo a possibilidade de processos inflamatórios e infecciosos.

A disfunção da ATM é uma doença extremamente incômoda que pode diminuir muito a nossa qualidade de vida. Por isso, é importante que, ao perceber algum dos sintomas apresentados, procurar por um especialista o quanto antes.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto.

Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgiã bucomaxilofacial em São Paulo.

Grande Abraço

Comentários
Dra. Maximiana Maliska

Posted by Dra. Maximiana Maliska

1 comment

[…] Trata-se de um “simples” ranger de dentes. Algo simples que provoca fortes dores de cabeça, problemas na mandíbula e enfraquecimento dos dentes, por […]