implante dentário

Implante dentário: quais são os cuidados no pós-operatório

Você já está convencido que Implante Dentário é a melhor opção para substituir o dente perdido? Se ainda tem dúvida leia este artigo que eu tenho certeza que você vai gostar.

Foi-se o tempo em que sorriso bonito era uma simples questão estética. Com o avanço da odontologia, o uso de implantes passou a ser bem mais comum do que se pode imaginar. Principalmente para aqueles que buscam mais qualidade de vida e saúde. As vantagens vão desde o melhor processamento dos alimentos até ganhos funcionais, estéticos e psicológicos. 

Um IMPLANTE DENTÁRIO é uma raiz artificial, inserida nos ossos maxila e/ou mandíbula, que recebe as próteses dentárias. Instalados logo abaixo da gengiva, os implantes apresentam a mesma aparência estética dos dentes naturais e necessitam dos mesmos cuidados.  

A semelhança entre os dentes artificiais e naturais é tão grande que dificilmente saberão distinguir a diferença. Todo procedimento cirúrgico requer cuidados específicos e com o implante dentário não é diferente. Por isso, se você tem interesse nesse processo fique atento aos cuidados pós-cirúrgicos.

Cuidados necessários após o procedimento de implante dentário

Esse procedimento deve ser realizado apenas por um profissional especializado. Siga as orientações do seu dentista e utilize apenas as medicações indicadas por ele.

Em média, a cicatrização total do implante acontece entre 45 dias e 4 meses. Esse período hoje em dia varia de acordo com a complexidade do caso e também graças aos avanços tecnológicos que agregaram aos implantes superfícies diferenciadas que permitem uma rápida cicatrização do implante no osso.

E para alcançar o sucesso do procedimento é essencial seguir as recomendações do seu dentista e se atentar aos cuidados pós-cirúrgicos.

Recomendações

  • Para reduzir possíveis inchaços, coloque gelo na região nas primeiras 24 horas.
  • O repouso é recomendado nas primeiras 48 horas. Esse tempo pode ser estendido de acordo com a necessidade de cada paciente.
  • Evite atividade física nos primeiros dias logo após o procedimento.
  • Nos 7 primeiros dias, é possível que o paciente sinta um pequeno incômodo para se alimentar, por isso, o ideal é dar preferência a alimentos pastosos e frios.
  • Evite alimentos quentes pois eles facilitam o processo de vasodilatação podendo aumentar o sangramento.
  • Em caso de sangramento, utilize uma gaze no local e morda firmemente por alguns minutos. Caso o sangramento não cesse, entre em contato com o seu dentista.
  • Mantenha a boca sempre higienizada para evitar qualquer tipo de contaminação.
  • Para dormir, tente manter a cabeça um pouco mais elevada em relação ao corpo.
  • Não faça bochecho nos primeiros dias e evite assoar o nariz.
  • Caso sinta algum sintoma diferente ou dor intensa, entre imediatamente em contato com o seu dentista.

Contraindicações

Geralmente, não existem restrições para a realização de implantes. A não ser graves problemas sistêmicos que impossibilitem o paciente a fazer qualquer procedimento cirúrgico ou anestésico. 

Alguns pacientes que fazem uso de medicações chamadas de bisfosfonatos, podem apresentar risco aumentado para realização da cirurgia dos implantes.

Além disso, é necessário ter uma gengiva saudável e uma estrutura óssea em condições de receber o implante. Se o paciente não cumprir esses requisitos, pode recorrer ao ENXERTO ÓSSEO, técnica de reconstrução da estrutura óssea necessária para viabilizar o implante dentário.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgiã bucomaxilofacial em São Paulo.

Comentários
Dra. Maximiana Maliska

Posted by Dra. Maximiana Maliska

2 comments

[…] corretamente a rotina de cuidados pós-cirúrgicos é fundamental para que haja uma boa cicatrização no local do implante. O corpo precisa de um […]

[…] se fazer essa reposição é por meio das próteses dentárias fixas. Elas podem ser apoiadas sobre IMPLANTES ou dentes e servem como substitutos para dentes extraídos. Além disso, ela pode ser unitária […]