ATM

Disfunção da ATM: o que é e quando a cirurgia é recomendada

Disfunção da ATM: o que é e quando a cirurgia é recomendada

Para muita gente, a disfunção da ATM ainda é pouco conhecida. Geralmente, quem é acometido pelo problema precisa explicar para as outras pessoas que trata-se de uma doença que se desenvolve na articulação temporomandibular (ATM), que é a área de ligação entre a mandíbula e o crânio.

Quando há algum processo patológico que atinge a região, está caracterizada a Disfunção Temporomandibular (DTM), um transtorno que se manifesta com o comprometimento do movimento dos ossos e músculos da região. Entre seus principais sintomas, está a dificuldade em abrir e fechar a boca, estalos próximos ao ouvido e dor de cabeça.

Por isso, é importante identificar logo os indícios desse tipo de complicação e procurar por um especialista para iniciar o tratamento, que, em alguns casos, pode ser cirúrgico, mas em outros, pode ser conservador.

Neste artigo, explicaremos melhor o que é essa doença e quando a cirurgia é indicada. Acompanhe!

O que é a disfunção de ATM e quais os seus sintomas?

As disfunções da ATM são muito frequentes na atualidade, acometendo 20% da população adulta. No entanto, é uma doença que pode se manifestar em qualquer faixa etária.

Você já deve ter ouvido falar de alguém que sente um estalo quando abre e fecha a boca, não é mesmo? Possivelmente, nem a própria pessoa sabe, mas ela pode ter uma disfunção na articulação temporomandibular.

Para quem não conhece, essa parte do nosso corpo se localiza exatamente nas laterais da cabeça, onde há uma rótula de encaixe entre a mandíbula e o crânio. Trata-se de um sistema articulado formado por músculos, ossos, ligamentos e nervos.

Quando há alguma anormalidade na estrutura ou nas funções desse sistema, está caracterizada a patologia. Seus principais sintomas são: dores de cabeça e nos ouvidos, sensação de estalo ao abrir e fechar a boca, dor ao abrir muito a boca, dor ao mastigar, mandíbula travada ou fora do lugar.

Esse transtorno pode ser desencadeado por uma série de fatores, como algum trauma na região, mordida errada, ausência de dentes, doenças sistêmicas, ranger dos dentes, transtorno interno do disco, desgastes ósseos, estresse emocional, entre outros.

O primeiro passo diante dos sintomas é procurar por um profissional da área bucomaxilofacial para avaliar se o tratamento será conservador ou cirúrgico.

Quando é necessária a cirurgia?

A cirurgia é necessária quando o tratamento conservador não apresenta os resultados esperados. Entre as medidas clínicas mais adotadas nessa primeira etapa terapêutica, estão a fisioterapia e o uso de medicações e de placas miorrelaxantes ou de bruxismo. Converse com o seu dentista sobre todas as possibilidades.

Se a utilização desse tipo de tratamento não apresenta resultados satisfatórios, é recomendado que se procure um cirurgião bucomaxilofacial para avaliar se é o caso recorrer à cirurgia.

A maioria dos casos cirúrgicos de doença na articulação temporomandibular pode ser resolvido com a artroscopia, uma cirurgia minimamente invasiva que apresenta melhor pós-operatório, diminuindo a possibilidade de processos inflamatórios e infecciosos.

A disfunção da ATM é uma doença extremamente incômoda que pode diminuir muito a nossa qualidade de vida. Por isso, é importante que, ao perceber algum dos sintomas apresentados, procurar por um especialista o quanto antes.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto.

Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgiã bucomaxilofacial em São Paulo.

Grande Abraço

Posted by Dra. Maximiana Maliska in Todos
Cirurgia de ATM, quando é necessário fazer?

Cirurgia de ATM, quando é necessário fazer?

Neste post vou falar sobre um tema bastante polêmico: quando você deve, de fato, pensar em operar sua ATM – articulação temporomandibular.

Dor na ATM

No post Estalos ou clicks na articulação expliquei o que é a ATM, articulação temporomandibular. Algumas pessoas apresentam dores localizadas nessa região, outras sentem dores que irradiam a partir dessa região, podem ser leves, moderadas ou intensas, crônicas, ou agudas, esporádicas ou contínuas, no entanto, independentemente da característica da dor, quem tem esse tipo de artralgia sabe o quão dolorido e incômodo é “ter que conviver” com ela.

Mas até quando você deve suportar esse tipo de queda da qualidade de sua vida? Será que esse tipo de dor só cessa com cirurgias invasivas?

Vou tentar esclarecer algumas das principais dúvidas que os pacientes apresentam quando me procuram sobre operar ou não a articulação temporomandibular.

Sou cirurgiã bucomaxilofacial correto? Então o curso natural da estória toda deveria ser: uma certa ânsia ou vontade de querer operar um grande número de pacientes com este tipo de doença. Porém não acredito neste tipo de filosofia, acredito em fazer o meu melhor para que desta forma alcance o que de melhor o paciente necessita.

Antes de pensarmos em cirurgias da ATM sempre é interessante esgotar todas as possibilidades de tratamentos conservadores e mais importante, você deve entender que o seu problema é multifatorial e multidisciplinar, ou seja, nunca apenas um profissional que irá te tratar.

Causas da dor na ATM

No post Bruxismo – sintomas e como tratar, falei muito sobre o bruxismo que é um dos grandes causadores de degenerações a médio e longo prazo na ATM. Usar uma placa miorrelaxante (conhecida também como Placa de Michigan), uma placa rígida em resina acrílica pode tirar muitos pacientes da fila de cirurgia da ATM. Acredita-se  que devido a espessura da placa, pode ocorrer um relaxamento muscular reduzindo a intensidade de apertamento ou ranger de dentes e o disco articular lá dentro da articulação sofreria menos influências deletérias.

Em casos de má oclusão como também citei no post Perda de dentes, é necessário reabilitar as ausências dentárias com próteses para que a mordida fique equilibrada e não sobrecarregue a articulação. Se você apresenta esse problema, ou seja, morde mais de um lado que do outro devido à falta de dentes, ou próteses mal adaptadas, ou desconfortáveis para usar adequadamente e mastigar dos dois lados saiba que também pode estar lesando sua ATM. Antes de qualquer coisa o ideal é rever o cirurgião dentista e encarar um tratamento reabilitador maior que a princípio pode assustar, dar preguiça de fazer, o bolso acaba furando também nessas horas, muitas vezes antes mesmo de ir ao dentista. Não adie mais algo que é tão importante. É sua saúde.

Ortodontia também pode ser interessante, essa má oclusão quando severa necessita de mecânica ortodôntica para alinhar e nivelar os dentes no arco e evitar futuros problemas na articulação.

Além de várias modalidades na odontologia (citei as principais) para tratamento da DTM (disfunção temporomandibular) precisamos lembrar que a fisioterapia apresenta um papel importantíssimo nessas patologias. Uma fisioterapia bem realizada, com um profissional competente, exclui não só a cirurgia de ATM como também a de várias outras articulações. A fisioterapia abrange uma série de manobras e técnicas, mas alguns exercícios são simples e o (a) próprio (a) especialista em cirurgia bucomaxilofacial ou o (a) especialista em DTM podem orientar.

Para os adeptos da medicina chinesa, a acupuntura apresenta excelentes resultados principalmente em quadros de dor aguda. Por mais que a idéia de sentir dores com agulhas sendo inseridas em nossa cabeça possa parecer assustadora, ela não é tão ruim como parece (eu mesma já fiz) e o alívio que essa técnica traz é muito interessante.

Tratamentos da dor na ATM

Agora sou obrigada a escrever sobre algo que as pessoas fogem desesperadoramente: terapia. Sim por que não? Se sua fonte de estresse, ansiedade e até mesmo depressão vem de um problema interno que precisa ser descoberto, destravado, arrancado de suas profundezas psíquicas e isso poderia te trazer bem-estar físico e emocional, logo, seria uma pessoa mais calma e amena com um limiar de dor menor (é comprovado que fatores emocionais alteram nosso limiar de dor), por que não aceitar a verdade e encarar o divã? Os benefícios são enormes, não apenas para quem sofre de dores desse tipo somatizadas por um componente mental, mas para qualquer pessoa que deseja evoluir e se melhor como ser humano.

Mas vamos lá, não necessariamente você precisa de terapia, muitas vezes praticar uma atividade física que te permita sentir prazer, já é o suficiente para amenizar uma série de sentimentos como angústia, ansiedade, tensão, extremamente prejudiciais para a melhora do quadro álgico. Dance, caminhe, corra, faça ioga, medite, nade, puxe ferro, lute, enfim, tente descobrir o que você gosta.

Ok, você fez tudo isso e ainda mais um pouco, acendeu vela, fez simpatia, orou muito e mesmo assim as dores na ATM insistem em te acompanhar? Este talvez, seja o momento de você pensar em operar sua articulação. Algumas modalidades de cirurgia de ATM são minimamente invasivas, literalmente alguns furinhos na pele e você já pode melhorar muito. Outras, já são necessárias, acessos (cortes) maiores.

Se o seu caso é este acima citado em que já tentou várias alternativas, não se preocupe, procure um especialista em cirurgia bucomaxilofacial e converse com o profissional, tire suas dúvidas, entenda o que você tem, o por quê precisa operar.

A cirurgia de ATM quando bem indicada e bem respaldada com tratamentos prévios e multidisciplinares tende ao sucesso e ao resultado que você tanto quer: qualidade de vida.

Espero ter ajudado com as informações deste post.

Abraços

 

 

Posted by Dra. Maximiana Maliska in Todos